O impacto da pandemia nas startups do DF e RIDE

A pandemia causada pelo Covid-19 trouxe incerteza para o mundo todo, sem exceção. A fim de entender o que está acontecendo com o ecossistema de inovação, a Brasil Startups entrevistou mais de 180 profissionais desse tipo de empresa entre agosto de 2021 e março de 2022.  

No mapeamento de startups, o Inovatório destaca os impactos gerados pela pandemia no ecossistema de inovação do DF + RIDE. De acordo com nosso estudo, uma em cada três startups afirmaram que tiveram o faturamento afetado negativamente, enquanto 39% da base responderam que não tiveram seu faturamento afetado e 20% tiveram seu faturamento afetado positivamente.

Para lidar com a situação, uma em cada três startups adotou o sistema de trabalho remoto de maneira definitiva e uma em cada quatro startups adotou o sistema de trabalho híbrido. 

Quanto aos desligamentos, 61% das startups afirmaram que não houve, enquanto 39% relataram que houve desligamentos durante os últimos 12 meses. Os principais motivos dos desligamentos foram a incompatibilidade cultural e/ou de valores (31%) e a reestruturação no time da startup (31%). Somente 12% dos desligamentos realizados nos últimos 12 meses advém da necessidade financeira de corte de gastos.

Os profissionais ouvidos estão otimistas em relação às expectativas do negócio para os próximos 12 meses: 64% acham que o negócio vai melhorar muito, 35% acreditam que vai melhorar e apenas 1% respondeu que nada vai mudar.

Os maiores impactos causados pela pandemia Covid-19, segundo as startups, estão apresentados abaixo em formato de nuvem de palavras.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.